Meditação Matinal
17/04/2014


Meditando na Palavra de Deus

Quanto amo a Tua lei! É a minha meditação, todo o dia! Sal. 119:97

Os homens não necessitam da pálida luz de tradições e costumes para tornar compreensíveis as Escrituras. Isto é exatamente tão sensato como supor que o Sol, brilhando nos céus ao meio-dia, precisasse das tênues luzes da Terra para aumentar-lhe o fulgor. Na Bíblia todo dever é tornado claro, toda lição é compreensível. O dom de Cristo e a iluminação do Espírito Santo nos revelam o Pai. A Palavra pode tornar homens, mulheres e jovens sábios para a salvação.

"Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra." II Tim. 3:16 e 17.

Nenhum outro livro é tão poderoso para elevar os pensamentos e dar vigor às faculdades, como as amplas e enobrecedoras verdades da Bíblia. Se a Palavra de Deus fosse estudada como deveria ser, os homens possuiriam uma amplitude mental, uma nobreza de caráter e uma estabilidade de propósito que raramente se vêem neste tempo.

Bem pouco benefício se tira de uma leitura apressada das Escrituras. Pode-se ler a Bíblia inteira e, no entanto, deixar de reconhecer-lhe a beleza ou compreender-lhe o sentido profundo e oculto. Uma passagem estudada até que seu sentido seja claro ao espírito e evidente sua relação para com o plano da salvação, é de maior valor do que a leitura de muitos capítulos sem ter em vista um propósito definido e sem adquirir uma instrução positiva. Levai convosco a Bíblia. Quando tiverdes oportunidade, lede-a; fixai as passagens na memória. Mesmo enquanto estais a andar pela rua, podeis ler uma passagem e meditar sobre ela, retendo-a assim.

Nunca deve a Bíblia ser estudada sem oração. Antes de abrir suas páginas, devemos pedir a iluminação do Espírito Santo, e será dada. Quando Natanael veio a Jesus, o Salvador exclamou: "Eis aqui um verdadeiro israelita, em quem não há dolo!" João 1:47. Natanael volveu: "Donde me conheces?" Jesus respondeu: "Antes de Filipe te chamar, Eu te vi, quando estavas debaixo da figueira." João 1:48. E Jesus nos verá também nos lugares secretos de oração, se dEle buscarmos a luz para saber que é a verdade. Anjos do mundo da luz assistirão àqueles que, em humildade de coração, buscarem a guia divina. Atlantic Union Gleaner, 9 de junho de 1909